Dívidas

Estou com muitas dívidas e não tenho como pagar. O que fazer?

Estou com muitas dívidas e não tenho como pagar. O que fazer?

Ter dívidas é bem mais comum do que você imagina! Muitas vezes, pode parecer que não há saída para colocar as contas em dia, com os valores altos e os juros que não param de acumular, aumentando o montante devido. No entanto, algumas iniciativas podem te ajudar a caminhar para sair das dívidas e reconquistar sua liberdade financeira. É claro que tudo precisa de cuidado e planejamento, então preste atenção nas dicas que vamos dar hoje!

Analise as dívidas pendentes e tente negociar

Uma vez que as dívidas já foram feitas, é hora de parar e analisar como você pode pagar. Veja de que forma você consegue se organizar melhor: por uma planilha, aplicativo de finanças ou até mesmo nos tradicionais papel e caneta. Contabilize todas suas pendências e as taxas de juros que está pagando, para dar prioridade às que têm as tarifas mais altas. Dessa forma já fica mais fácil começar a criar um plano para pagar as dívidas.

Depois disso, procure os credores aos quais você deve e não tenha medo de negociar. Demonstre sua intenção em quitar suas dívidas e explique sua real situação. Antes de ir, já é importante ter uma ideia dos valores que iriam se adequar a sua atual realidade financeira e tornar o pagamento possível. Apresente e ouça propostas, faça todos os cálculos precisos e concorde apenas com o que valer a pena para você!

Se atente a cada ponto do contrato, e faça todas as perguntas que precisar, caso tenha dúvidas a respeito de algum assunto específico. A negociação deve ser benéfica para ambas as partes, afinal, você tem interesse em se livrar das dívidas e o credor tem interesse em receber.

Encontre uma fonte extra de renda, mesmo que temporária

Já pensou em como pode ganhar uma grana extra com um trabalho temporário ou até mesmo com algum hobby ou alguma habilidade que você executa bem? Mesmo que você tenha que abrir mão de uma parte do seu tempo livre durante o dia, essa pode ser uma solução temporária, pelo menos até você sair das dívidas

Depois de quitar suas dívidas, se quiser continuar fazendo essa renda extra, pode usar esse dinheiro para fazer uma reserva de emergência, investir e garantir uma vida financeira mais tranquila, estável e longe de novas dívidas.

Vale a pena pegar um empréstimo para pagar as dívidas?

O empréstimo para quitar dívidas vai ser bom pra você, caso esteja trocando uma dívida cara, com altas taxas de juros, como costumam ser as de cartão de crédito e cheque especial, por uma mais barata, alcançada por meio de um crédito concedido por alguma instituição financeira, que tem interesse em te ajudar a sair das dívidas. Dessa forma, você consegue limpar seu nome, recuperar o crédito e começa a retomar o controle do seu orçamento mensal. 

Outra questão em que pode fazer sentido pegar o empréstimo para sair das dívidas, é se a instituição financeira oferecer um excelente acordo para o pagamento dos valores devidos à vista. Para tudo é preciso análise da sua realidade financeira atual e das propostas recebidas.

Analisar os valores que você iria pagar com e sem o dinheiro emprestado é uma conta simples que vai te ajudar a calcular se o empréstimo para quitar dívidas vale a pena para você ou não. Para isso, multiplique o valor da parcela pelos meses do contrato para saber quanto você estará pagando no total ao fim da dívida. 

Faça o mesmo com o montante que você ainda pagaria caso não pegasse o empréstimo. Com esses montantes comparados, você consegue verificar se as taxas aplicadas estão sendo abusivas ou se esse acordo irá te trazer benefícios. 

Deu pra ver que ter dívidas não precisa se tornar um grande problema na sua vida. Por mais que possa parecer desesperador às vezes, existem alternativas para te ajudar, mesmo que isso leve algum tempo. O mais importante é se educar financeiramente para que o que te colocou nessa situação não se repita, então veja tudo como uma oportunidade para fazer diferente e reconquistar sua saúde financeira!

Nos interesa leerte, déjanos tus comentarios.